Dubai Museum | Museu de Dubai

Para quem gosta de conhecer um pouco da história de Dubai antes do advento dos petro-dólares, o Museu de Dubai é o lugar!!

Visita obrigatória no roteiro dos turistas que visitam a região histórica de Dubai. O Dubai Museum fica perto de importantes atrativos como os Souks de Ouro  &  Especiarias, Creek de Dubai, além de outros lugares bacanas.

O museu é pequeno, portanto a visita pode ser  rápida ( isso agrada aos que não são muito fãs de museus, pois em 20 min pode rodar tudo) além de ter sessões interativas e divertidas. Traduzindo, a visita ao Museu de Dubai não é nada chata!

Já  para os que estão ávidos para saber sobre o passado e a cultura dos beduínos, a visita pode durar mais de uma hora. Riquíssimas  informações  podem ser aproveitadas desde que tenham boa orientação e empenho em ler os quadros apresentados em todos os ambientes (não são tantos assim !!) e assistir ao vídeo num telão que mostra as diversas fases de Dubai, tipo “o antes e o depois” (dura uns 10min).

Hospedado no legendário Al Fahidi Fort, a construção foi feita em 1787 para defender a cidade das invasões de piratas e outras tribos. Funcionou como sede do governo desde que a poderosa tribo Maktoum, que governa Dubai até hoje, assumiu o comando, na época em que a cidade era apenas um vilarejo. Assim que entramos no pátio principal do Museu percebemos a característica militar pela presença de duas torres de observação.

Dubai ou “Al Wasl”, assim como era chamada antes, desempenhava e desempenha, até os dias atuais, o papel de um importante posto comercial entre a África, Oriente Médio, Índia e Leste Asiático. Diz a lenda que os ancestrais dos “Emiratis” conheciam o Oceano Índico como a palma da mão. Gosto muito de enfatizar que os antigos beduínos dos Emirados e da costa de Oman eram habitantes do mar. Além de pescadores, eram navegantes e veleiros. Não é à toa que o Burj al Arab possui o formato de vela de uma embarcação, representando essa relação super forte com os mares e oceanos.

O museu revela através de várias galerias pitorescas a vida  antes dos anos cinquenta, que foram os anos da descoberta do petróleo. Mostra como eles viviam e como era o dia-a-dia dos moradores na época, que diga-se de passagem, tinham uma vida extremamente difícil e sofrida. Muito em função das severas condições climáticas do deserto e da extrema falta de recursos financeiros,  em outras palavras, era uma pobreza total e extrema em infraestrutura,  escolas, hospitais, etc.

Explorando o passado, a cultura e as tradições da cidade através de reproduções que recriam cenas do dia-a-dia dos beduínos. São inúmeras galerias de mesquitas, souks, bazares, mercadores de pérolas, pescadores, fazendas de tâmaras e outros aspectos da vida cotidiana.

Destaque para as seções dedicadas à vida dos pescadores de pérolas, a luta diária pela busca destas jóias no fundo dos mares e como eram comercializadas.

Apesar dos Emirados Árabes serem um país novo e com pouca história, vale mencionar a galeria com restos de escavações arqueológicas que datam mais de 3000 anos. Prova de que outras civilizações já passaram por aqui.

Visite  o site do Dubai Museum:

www.dubaiculture.ae/dubaimuseum

Horário de Funcionamento:

Sábado a Quinta:  das 08:30h  às 20:30h
Sexta: das 14:30h  às 20:30h

Feriados:

Aberto normalmente

Preço da entrada :

3 Dirhams por pessoa, um pouco menos que 1 dólar.

Telefone: 

00971 4 3531862

  • + 55 41 3057 9700
  • + 55 41 9289 9007